Orixá regente de 2021: conheça e entenda porque

Orixá regente de 2021 pode não ser um tópico lá muito importante para alguns. Afinal, 2020 provavelmente tem sido o ano mais difícil e inesperado para a imensa maioria da população mundial. Assim, adeptos que costumam considerar o Orixá regente de 2021 como um oráculo infalível para o futuro poderiam questionar a validade desta informação. Mas não é bem assim.

Os Orixás são divindades, partes de Deus (Olorum). Estão ligados na Umbanda aos pontos de força naturais. E, em geral, em nossas pesquisas para oferecer aos leitores com a maior precisão possível qual será o Orixá regente de 2021 consideramos o fator planeta regente do ano para gerar uma paridade com um bom grau de segurança.

De fato, todos os Orixás irradiam seus fatores e energias divinas sobre nós a todo o tempo. O fato de conhecer ou não qual Orixá regerá o ano novo não é essencial na Umbanda para que nos conectemos com a realidade, mas é sim uma informação importante num momento em que todos voltam sua fé e esperança para um novo período que vai começar.

Assim, como 2021 será um ano regido pelo planeta Vênus, considerado o planeta do amor, a Orixá regente de 2021 será Oxum.

Oxum é a “deusa” do amor na Umbanda. É quem acolhe e vibra o amor em seu sentido mais amplo sobre todos nós. É também a Orixá da beleza e das águas calmas, responsável por equilibrar a natureza, balancear as emoções e presentear com prosperidade e fecundidade.

Nestes tempos em que além da pandemia do coronavírus vimos surgir um grande antagonismo político e de costumes em todo o mundo, Oxum pode ser um alento para que passemos a enxergar no outro alguém como nós mesmos, com algumas certezas mas também com muitas dúvidas a serem respondidas e aprendidas. Desarmar os espíritos pode ser um caminho, o caminho do amor e do respeito por todos à nossa volta.

Amor, respeito, perdão e reconciliação são exemplos de atitudes e sentimentos esperados para 2021. A regência de Oxum poderá impactar muitos de nós nestes sentidos, vibrando assim sua energia divina em prol de uma vida mais natural, afetiva e respeitosa.

Orixá regente de 2021: Oxalá também estará presente

No entanto, há muitos que consideram como fator determinante o dia da semana em que cairá o 1º de janeiro do ano vindouro. Neste caso, teremos o primeiro dia do ano numa sexta-feira, dia reservado comumente a Oxalá. Nesta lógica, o Orixá regente de 2021 seria então Oxalá.

Oxalá é Luz, paz, pureza, tranquilidade, equilíbrio, consenso. Para algumas vertentes de Umbanda, Oxalá pode ter duas partições: Oxaguian, uma espécie de representação mais jovem e ativa; e Oxalufan, quase como um Oxalá mais velho, cujas características evidentes são a paz e a justiça.

De uma forma ou de outra, suas características somadas podem nos levar a prever um ano de 2021 que exigirá força e determinação de todos nós, sempre com equilíbrio, racionalidade e resiliência.

Então, o que esperar de 2021?

2021 poderá ser um ano de uma maior espiritualidade, da busca por respeito e entendimento entre as pessoas, seja em suas casas, trabalho ou grupos em geral. Será um ano em que a maioria buscará pela felicidade, mas primeiro eliminando coisas, pessoas e situações que trazem infelicidades para suas vidas.

Será um tempo ideal para reaproximações, perdão e recomeços. As disputas e cizânias são naturais dos seres humanos, mas a tendência é que os ímpetos sejam amainados gradativamente.

Se você estiver insatisfeito no trabalho, arregace as mangas para mudar. Seu relacionamento não anda bem? Então busque esclarecer de uma vez por todas o que é que está errado e busque uma solução, seja a continuidade ou não.

Em suma, será o ano de resoluções, de rompimento de amarras em nossas vidas. E isso poderá auxiliar no surgimento de mais prosperidade e felicidade de uma maneira mais ampla.

Tags: