Dores comuns do crescimento espiritual: 5 exemplos

Dores comuns relacionadas ao crescimento espiritual é um fato. Acontece sim! E para quem está neste processo pode ser muito comum senti-las.

O lado positivo é que quase sempre resultam em mais clareza, sabedoria e uma perspectiva mais profunda. Portanto, identificar estas dores pode ser útil.

Aliás, isso nos faz perceber que não estamos sozinhos. Se você estiver enfrentando algumas destas, tenha fé. Pode ser um sinal de que a mudança está ocorrendo porque você está se tornando uma pessoa mais autêntica.

Isso significa que a dor que você sente é apenas um catalisador temporário que irá impulsioná-lo para o seu novo eu. Conforme você muda é natural lamentar-se da perda de aspectos do seu eu anterior. Para isso vale um conselho simples: não se apegue à sua velha identidade em sua mente.

A chave para lidar com as dores comuns do crescimento espiritual é aceitar o fluxo da vida e trabalhar com a realidade. E não contra ela.

Em suma, eis aqui as 5 dores comuns do crescimento relacionadas à ascensão espiritual:

1) Perda de amigos

Isso pode ser até traumático para muitas pessoas, pois tornando-se espiritualmente mais conectado, muita coisa sobre você pode mudar rapidamente. E mais: pode afetar algumas de suas amizades mais próximas e pode também fazer com que alguns de seus amigos estranhem você e se distanciem.

Antes, talvez você estivesse disposto a se envolver em comportamentos que agora parecem errados. Exemplo: fofocar, reclamar ou discutir alguns temas com o seu grupo de amigos. Crescendo espiritualmente, deixará gradualmente de lado comportamentos assim.

Também é provável que os temas que você discutiu com os seus amigos agora farão você se sentir vazio. Sentirá que prefere tratar de questões que eles não entendem ou não estão interessados. Muitos até poderão achar que você está louco…

Infelizmente estas diferenças de perspectiva e comportamento às vezes podem ser suficientes para romper amizades antes significativas. Mas não esmoreça: perceba que tudo o que você pode fazer é ser fiel a si mesmo.

Você não tem o poder de converter ninguém ao seu modo de pensar (e nem deve). E tudo o que você pode fazer é ser genuíno e sincero.

Dessa forma o Universo irá conectá-lo com as pessoas que estão em maior sintonia com a sua nova vibração.

2) Os mal-entendidos na família

A maioria dos membros da família são pouco propensos a se afastarem porque você está num caminho espiritual. Mas provavelmente estarão muito confusos por sua mudança de perspectiva.

Portanto, se você tem pais muito religiosos, eles podem até acusá-lo de ter se perdido e ‘se separado de Deus’ ou algo assim. Seja autêntico e assuma a responsabilidade pela energia que você traz em cada conversa; basta continuar sendo você mesmo.

Assim, o ‘novo você’ vai se tornar mais familiar para os seus entes queridos com o passar do tempo. E lembre-se: é melhor ser mal interpretado por ser quem você é do que esconder-se por medo do que sua família possa pensar.

Afinal, é a sua vida que você deve viver e não a deles.

3) Ser alvo de zombarias pela sociedade

Há muitas pessoas que estão em um caminho espiritual consciente no mundo de hoje. Por outro lado, há muitas pessoas que permanecem na escuridão sobre sua verdadeira natureza.

Sua espiritualidade ativa pode ser motivo de zombarias, e você poderá até ser ridicularizado e maltratado. Provavelmente esta é uma das dores comuns do crescimento mais evidentes durante a ascensão espiritual.

Ao cuidar da alimentação, meditar, ter ou carregar cristais, fazer cursos, etc., é possível que você seja incompreendido por muitos. Estas são as consequências emocionais de não ir junto com o rebanho na nossa época.

O julgamento que você pode sentir por ser diferente pode ser desconfortável no início, mas confie que com o avançar do tempo ele se tornará menos frequente e mais fácil de lidar.

À medida que nos adaptamos melhor com nossas próprias mudanças, nós mesmos projetamos o conforto para o mundo. A tendência é que nós recebamos menos julgamento como resultado da nossa confiança interna.

Da mesma maneira o Universo cessa de enviar as experiências que se abatem sobre os nossos pontos fracos, transforma-os em nossos pontos fortes.

Então, seja autêntico, sincero e íntegro.

4) Mudanças de carreira

Quando há mudanças de perspectiva, o seu trabalho pode deixar de ser uma boa opção para você. É incrível: o trabalho que você tem ficou pequeno.

Então, pode ser que você se sinta vazio. Ou ainda pior: pode ser que prejudique a sua alma se insistir em não mudar. Durante um despertar espiritual, você pode chegar à conclusão de que seu trabalho não está funcionando como uma extensão de sua alma.

Assim, para alguns, uma mudança de carreira pode ser intencional e planejada, mas para outros pode vir na forma de ser de repente demitido.

Quando você é incompatível vibracionalmente com a forma como você está gastando a maior parte de suas horas durante a semana, é apenas uma questão de tempo antes que você ou seu empregador decida que, no melhor interesse de todos, você deixe o seu trabalho.

E pode ser muito doloroso ter uma transição repentina assim. Mas saiba que possivelmente isso acontece por uma razão.

Muito mais felicidade e satisfação estará à sua frente, reservada para você que escolher enfrentar estas dores. Afinal, a vida é muito curta para passar por ela fazendo algo que sua alma lhe diz que não serve.

Por fim, mesmo sendo uma das mais complicadas dores comuns do crescimento, renda-se ao Universo.

Ele irá levá-lo exatamente onde você precisa estar espiritualmente, bem como profissionalmente.

5) Solidão

A solidão é um subproduto natural de ascensão espiritual. Assim como nossos relacionamentos, empregos e estilos de vida mudam, a confiança nos outros também muda.

Em tempos como estes, é bom aproximar-se de uma comunidade espiritual. Na Umbanda há cursos, Giras, muitos livros e eventos para se envolver.

Por outro lado, há também aula de yoga, práticas xamânicas e até retiros de meditação. O universo irá prepará-lo para apoiar o seu novo estilo de vida.
Mas você tem que fazer um esforço para criar isso para si neste caminho.

A boa notícia aqui é que quando você encontrar pessoas no mesmo caminho, você pode ter certeza que irão fornecer amizades e conhecimentos que serão genuínos. E você notará que serão menos amigos, mas serão ‘do tipo certo’.

Enquanto isso, treine ficar com você mesmo. Sinta-se confortável consigo mesmo. Aprender a estar sozinho é essencial para lidar com as dores comuns do crescimento espiritual.

Por fim, nem todo mundo vai experimentar todos esses ajustes, mas se algum destes se aplicam a você, saiba que não está sozinho. Seja paciente com o Universo e mantenha-se fiel às mudanças. O resto vai se ajeitar!

Se você está tendo estas dores comuns do crescimento espiritual, perceba que no final do dia elas são simplesmente sinais de que você está crescendo e evoluindo, pois todas as coisas que estão listadas neste artigo são, na verdade, sinais de que está no caminho certo.

Não pense que você tem feito algo de errado. Mantenha-se fiel a si mesmo e, com o tempo, você vai alcançar uma condição mais confortável.

Quando você alinha suas emoções, pensamentos e intenções com a intenção de melhorar a si mesmo, o Universo sempre conspira para dar-lhe a vida que você precisa. Seja paciente e confie no Universo, pois para crescer em uma nova pele você tem que primeiro perder a antiga.

Só assim as dores comuns do crescimento espiritual terão valido a pena!