Como os Guias nos escolhem na Umbanda?

A questão sobre como o Guias nos escolhem na Umbanda, ou seja, porque este ou aquele Caboclo, Preto Velho, Exu, Pombagira, etc., se manifesta especificamente com este ou aquele médium incorporante nas Giras é algo sempre questionado pelos umbandistas.

Neste artigo, algumas importantes pistas são reveladas para que possamos entender mais. Confira!

Como os Guias nos escolhem na Umbanda para incorporar?

Como os Pretos e Pretas Velhas, os Baianos e Baianas, os Caboclos e Caboclas, as Pombagiras, Exus, Marinheiros, enfim, como os Guias nos escolhem na Umbanda? Como eles decidem entrar em nossos caminhos, em nossa vida espiritual?

Primeiramente, é importante esclarecer que, ainda que uma pessoa não seja umbandista, ela possui espíritos e entidades de Luz que foram indicadas para auxiliar no seu processo de evolução pessoal.

As entidades que estão ao nosso lado, portanto, não o estão de modo aleatório. Frequentemente essas entidades já foram seres encarnados e mantiveram contato conosco quando vivos. Foram nossos parentes, amigos, filhos, entre outros; foram pessoas de nossa afinidade que nos amaram e nós a eles também e que, agora juntos, escolheram esse tipo de parceria para crescimento espiritual mútuo.

Eu gosto de dar o seguinte exemplo nas minhas palestras ao tratar desse assunto. Imagine uma situação em que uma pessoa muito amada por você receba um convite para uma viagem longa. Você fica muito feliz com essa novidade, pois sabe que viajar é sempre um motivo de alegria e de aprendizado.

Da mesma forma, posteriormente, você descobre que também pode acompanhar essa pessoa amada nessa viagem. Nesse caso, você iria ou não? Obviamente você gostaria de ir!

Funciona da mesma forma na travessia que é cada uma das nossas encarnações.

Nós tivemos a chance de reencarnar, para nossa evolução, e os Guias espirituais existem no nosso caminho para que tenhamos a chance de errar menos e acertar mais, para que, assim, tenhamos êxito em mais uma jornada.

Portanto, os Guias que estão conosco nos escolheram por amor, para que tenhamos evolução e desenvolvimento pessoais.

E saiba que, ainda que o Guia incorpore e atenda as pessoas necessitadas, você é o principal consulente dele. Vocês estão unidos por uma missão de ajuda mútua e essa relação, vinda de uma emanação sagrada, deve ser respeitada e honrada com amor, estima, escuta e amizade.

Tags:
>