Alabê de Jerusalém: baixe o audiobook

Ogundana – O Alabê de Jerusalém é um menino que aos 12 anos foge de sua tribo em Daomé (hoje Benin), rumo ao norte da África em busca de conhecimento e evolução espiritual.

Alabê de Jerusalém: baixe o audiobook 1

Dali por diante, passa por várias nações até chegar ao Oriente Médio e conhecer o amor de sua vida: uma judia.

A seu convite, Ogundana, já com cerca de 30 anos, vai a Galiléia para acompanha-la.

Quis então o destino que, lá chegando, conseguisse assistir o Sermão da Montanha in loco.
A partir daí, passa a ser um dos seguidores de Jesus até o momento de sua crucificação.

Agora, 2 mil anos depois de sua partida, Ogundana volta sob o espectro de uma entidade, chamada Alabê de Jerusalém, para nos contar esta saga.

Ogundana – O Alabê de Jerusalém foi escrito pelo compositor e dramaturgo Altay Veloso, que também é o autor da ópera de mesmo nome.

Com grande apoio da comunidade artística brasileira, destaque para o conteúdo da obra que busca o mais profundo sentimento de amor, respeito e tolerância entre as diferentes culturas.

Um exemplo disso veio da UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura:

“Além de ser uma celebração cultural de alto nível, se propõe a emocionar e provocar uma reflexão sobre os temas da tolerância e da convivência pacífica entre as diferentes crenças e raças…”

A ópera teve sua estreia no Teatro Municipal do Rio de Janeiro há cerca de 10 anos. Foi encenada também no Citibank Hall, no Vivo Rio e também apresentações mais compactas no Teatro Municipal de Niterói e no SESC São Gonçalo. Virou CD, DVD e livro.
Além disso, em 2016 foi o enredo da Escola de Samba Unidos da Viradouro.

Agora, em 2020, Altay Veloso iniciou uma campanha de divulgação da obra a partir de um formato que vem crescendo nos últimos anos: o audiobook.

Alabê de Jerusalém em audiobook pelo valor que você quiser (puder)

Com uma triha sonora de quase quatro horas feita pelo próprio Altay Veloso, Ogundana – O Alabê de Jerusalém agora está disponível também em audiobook.

Alabê de Jerusalém: baixe o audiobook 2

O próprio autor narrou toda a saga num total de quase 7 horas de gravação. Uma tarefa árdua, mas muito recompensadora, segundo o autor.

E para inovar também na distribuição, Altay Veloso criou um site onde qualquer pessoa pode baixar o audiobook e colaborar com o valor que quiser (e puder).

É uma forma de democratizar sua obra ao mesmo tempo em que estabelece um vínculo real com os consumidores de arte de ótima qualidade.

Clique AQUI, baixe o seu colabore quanto puder!

E vem mais por aí. Ogundana – O Alabê de Jerusalém deve virar minissérie e também quadrinhos. A saga continua!

Conheça Altay Veloso

Fluminense, nasceu em 1951 na cidade de São Gonçalo. Aos 21 anos foi guitarrista na “Bando do Bando”, que deu origem à notória banda “Black Rio”. Em 1980 participa do MPB Shell e grava seu primeiro disco autoral, “O cantador”. Na mesma década lança outros dois álbuns.

Teve algumas de suas músicas fazendo parte das trilhas sonoras das novelas da Rede Globo e participa por três anos consecutivos do Festival de jazz de Montreal, com sua banda formada por músicos brasileiros e o saxofonista de jazz mais importante do Canadá, Jean Pierre Zanella.

A partir de 1994 Altay passa a se dedicar à composição e tem sucessos na voz de artistas como: Elba Ramalho, Daniel, Roberto Carlos, Péricles, Thiaguinho, Zizi Possi entre muitos outros, num total de mais de 450 músicas.

Surge então o Alabê de Jerusalém

No ano 2000 inicia suas viagens de pesquisa para realizar o sonho ao qual, silenciosamente, se dedica há mais de duas décadas: escrever a ópera da saga do africano de Daomé que conheceu Jesus Cristo, Ogundana – O Alabê de Jerusalém.

Nela, consegue unir as influências populares e eruditas que apreendeu no seu exercício com a música. Esteve em Israel, Angola, Bahia e termina o livro que tem bases no tripé afro-judaico-cristão, onde, baseado num fato histórico (a vida de Jesus Cristo), mergulha na humanidade de alguns personagens bíblicos, cria outros tantos contemporâneos de Jesus, revelando, pela ótica de um homem africano, o lado mais pessoal e íntimo de cada um.

Grava a ópera em estúdios do Rio de Janeiro, São Paulo e Montreal, com músicos da MPB e da Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal do Rio de Janeiro regida pelo maestro Leonardo Bruno, cantada e narrada por conceituados intérpretes da MPB e renomados atores brasileiros como: Bibi Ferreira, Leny Andrade, Elba Ramalho, Lenine, Alcione, Jorge Vercilo, Margareth Meneses, Wando, Fafá de Belém, Lucinha Lins, Talma de Freitas, Ivan Lins, Ruth de Souza, Pery Ribeiro, Izabel Filardis, Selma Reis, entre outros artistas integrantes de uma ficha técnica de mais de 150 nomes.

Agora, lança a obra em audiobook.

Altay Veloso também está disponível para shows, palestras e eventos.