Nomes de Marinheiros e Marinheiras na Umbanda

0
69
Publicidade

Nomes de Marinheiros e Marinheiras na Umbanda, assim como de outras linhas, costumam trazer dúvidas e curiosidade aos umbandistas.

A Umbanda é uma religião 100% brasileira que se utiliza de conceitos de outras religiões como as religiões indígenas, o espiritismo, o catolicismo, etc.

Como tal, apresenta uma ampla linha de trabalho pautada em diferentes culturas.

Uma delas é a linha de Marinheiros regida diretamente por Iemanjá e indiretamente por outros Orixás (dependendo de onde aquele Marinheiro é).

Algumas Casas de Umbanda tratam a linha de Marinheiro como vibração direcionada a Linha D’Agua: Oxum (Marinheiros de águas doces), Iemanjá (Marinheiro dos mares), Nanã (Marinheiro de águas turvas), Iansã (Marinheiro de águas agitadas e tempestades).

Mas nada impede de termos um Marinheiro ligado aos outros Orixás: Pescadores (Oxóssi/Iemanjá/Oxum), soldados da marinha (Ogum), profissionais e mercadores do porto (Oxóssi), etc.

Já o Candomblé segue Nações (Ketu, Gêge, Nagô) e, como tal, sua doutrina antecede a Umbanda e nem todas elas reconhecem a linha de Marinheiros.

Isso ocorre por que a maior parte do Candomblé prefere atuar com Orixás e não com “catiços”.

Não entraremos nesta questão teológica, mas apresentaremos abaixo alguns nomes de Marinheiros de Umbanda:

Martin Pescador
Martin Negreiro
Marinheiro das Sete Praias
Marinheiro Mercador
Manoel Marujo
Manoel da Praia
João da Praia
João do Rio
João do Farol
João Marujo
Zé do Mar
Zé da Jangada
Zé do Bote
Zé do Cais
Zé Pescador
Zé da Proa
Seu Atenor
Seu Sete Ondas
Seu Sete Cais

Nomes de Marujas ou Marinheiras também tem surgido recentemente. Ainda não se sabe se são figuras de “Marinheiras”, “Sereias” ou “Ondinas”, mas se percebe a manifestação de mentoras na linha de Marinheiros:

Dona Sete Praias
Luzia dos Sete Mares
Luzia do Cais
Maria do Farol
Maria das Ondinas
Luíza Ondina
Luíza do Cais
Marina Pescadora
Marina das Sete Ondas
Janaína da Jangada
Janaína Mercadora
Tina do Cais
Tina do Porto

Em algumas Casas também tem se notado nomes de Marinheiros com atuação na Direita e na Esquerda (vulgo “Piratas”) assumindo papel na linha de Marinheiros como Zé Pilintra está para a linha de Baianos/Esquerda:

João Pirata
João Caolho
Zé do Timão
Zé da Prancha
Pirata Ruerez
Capitão Baleia
Capitão Caveira
Seu Perna de Pau dos Sete Mares
Seu Terra a Vista

Sua Casa pode:

1) Reconhecer ou não a linha de Marinheiros;
2) Reconhecer ou não a presença de mentoras nesta linha;
3) Enquadrar as mentoras na linha de Marinheiro ou na linha das Ondinas/Sereias;
4) Reconhecer ou não a presença de espíritos que se aproximam à configuração de uma linha de Piratas;
5) Enquadrá-los tal como Zé Pilintra entendendo que estes Guias atuam tanto na força da Direita quanto da Esquerda.
Independente de qual seja a doutrina da sua Casa, respeite a fé alheia, pois a Umbanda já tem intolerantes demais do lado de fora.

Cada Casa tem a sua doutrina e cada Guia o seu Axé. Se você é médium em desenvolvimento e obteve intuição do nome do seu (sua) Marinheiro (a) e ainda tem dúvidas, procure o Pai de Santo de sua confiança.

Texto de Eduardo de Oxóssi/Blog do Baiano Juvenal

COMPARTILHAR
Artigo anteriorOrigem da Umbanda
Próximo artigoInsatisfação: como lidar melhor com nós mesmos?
O Umbanda Eu Curto foi fundado em 2011 e trará sempre discussões e ensinamentos importantes sobre a Umbanda. De forma leve, trataremos nossa religião sempre com muito respeito e responsabilidade, tornando claros os conceitos em mais de 100 anos de história.