Maria Madalena finalmente revelada

Maria Madalena é uma personagem envolta em mistérios.

Neste best-seller do Wall Street Journal, uma nova perspectiva é revelada e aclamada pela crítica sobre uma das figuras mais incompreendidas da história cristã.

Assim, uma nova chave interpretativa surge para recuperar o feminino divino e a forte presença do amor à nossa volta e dentro de nós.

O ainda desconhecido Evangelho de Maria Madalena revela uma história de amor muito diferente daquela a que chamamos de Cristianismo.

E tudo isso a partir das pesquisas feitas pela teóloga graduada em Harvard, Meggan Watterson.

A autora nos conduz, versículo por versículo, ao Evangelho de Maria, para iluminar os poderosos ensinamentos que ele contém.

Maria Madalena finalmente revelada 1

Com clareza, Meggan explica como e por que Maria Madalena foi retratada como a prostituta penitente e relata uma representação mais histórica e teologicamente precisa de quem Maria era no início do movimento de Cristo.

Dessa forma, a autora compartilha como essa descoberta do Evangelho de Maria lhe permitiu praticar e experimentar um amor que nunca acaba, um amor que transforma tudo.

Se você leu o assistiu o filme “O Código Da Vinci”, certamente já ouviu falar deste Evangelho.

Agora, terá tudo detalhado em suas mãos com este livro lançado com exclusividade pela Madras Editora!

Sobre a autora de Maria Madalena Revelada

Meggan Watterson é a autora de REVEAL, The Sutras of Unspeakable Joy e The Divine Feminine Oracle e coautora de How to Love Yourself (and Sometimes Other People).

Ela é uma teóloga feminista com mestrado em Estudos Teológicos pela Harvard Divinity School e mestre de Teologia do Union Theological Seminary pela Universidade de Columbia.

Coordena a REDLADIES, uma comunidade de amor original que lhe permite pregar a respeito de santas, místicas, gurus e poetas femininas, que nos inspiram e ensinam a viver a serviço do amor.

Ela também lidera retiros e workshops acerca do divino feminino, Maria Madalena e a meditação da voz da alma.
Seu trabalho apareceu em órgãos de mídia como The New York Times, Forbes, The Huffington Post e Marie Claire.

Para a autora, o Evangelho de Maria Madalena é tão antigo e autêntico quanto qualquer um dos evangelhos que a Bíblia cristã contém.
Além disso, revela um amor radical que está no coração da história cristã.

Explica, por exemplo, que não somos pecadores e que não devemos nos sentir envergonhados ou indignos de ser humanos.

De fato, nosso objetivo é ser totalmente humano, ser um “verdadeiro ser humano” – com um ego limitado e confuso e uma alma ilimitada.

E tudo o que precisamos fazer é voltar para dentro (de novo e de novo); meditar, como Maria Madalena, na maneira como o Evangelho nos dirige, para que possamos ver além do ego de nossas próprias vidas, o que é mais real e duradouro.

CLIQUE AQUI e adquira o seu!