Orixá regente 2019: descubra a energia do ano

Orixá regente 2019 é um assunto que mobiliza os umbandistas e simpatizantes da religião.

De fato, na Umbanda, que se vale de sincretismos, a regência dos Orixás sobre cada novo ano não é algo essencial para a prática da religião.

Ainda assim, saber qual é o Orixá regente 2019 é frequente neste período que antecede o Ano Novo.

Dentre os muitos métodos para determinar o Orixá regente, um dos mais aceitos está relacionado ao planeta que comandará o ciclo do próximo ano.

De acordo com especialistas em numerologia e signos do Zodíaco, o ciclo planetário é definido a cada 36 anos, seguindo a ordem: Saturno, Vênus, Júpiter, Mercúrio, Marte, Lua e Sol.

Em suma: 2019 será um ano regido por Marte. E Marte é o planeta de Ogum.

Portanto, o Orixá regente 2019 será Ogum.

Então, como será 2019?

Ogum como Orixá regente 2019 significa que teremos dias muito intensos.

Assim, muitos obstáculos deverão ser enfrentados (e não poderão ser adiados).

Igualmente, muitas decisões difíceis terão de ser tomadas. Nada de ficar em cima do muro!

O ano em Marte é o que reforça essa luta.
Pois, sem dúvida, este astro favorece a resolução das questões.

Aliás, todo momento será oportuno para tomada de decisões.
Mas lembre-se: não se omita!

Ogum como Orixá regente é a oportunidade de espantar as energias negativas.

LEIA TAMBÉM  Oxalá

Mas isso já começou desde o ano passado…

 

XANGÔ ‘PREPAROU’ O TERRENO

Em 2018 o Orixá regente é (foi) Xangô.

Franco Guizzetti, no portal Terra, destacou:

“Já vi gente agradecer para que 2018 termine logo, pois não aguentou a seriedade de Xangô, o Orixá regente deste ano que finda.
Sobre a influência do Orixá Xangô, 2018 foi aplicada a justiça para todos, sem tolerância ou diferenças.
Justiça essa que está sendo feita pelo amor ou pela dor, segundo a resistência de cada pessoa.
Xangô que trouxe à tona muitas injustiças a serem sanadas e julgadas agora.”

Ainda segundo Guizzetti, engana-se quem acha que 2019 será mais suave.
Ogum vai “cobrar a ferro e fogo” as injustiças, mazelas e erros cometidos por todos (e que Xangô pôs às claras em 2018).

Assim, serão vitoriosos aqueles que lutarem ao lado do Bem.

Da mesma forma, muitas máscaras cairão.

Como resultado, muitas verdades virão à tona nos campos pessoal, profissional e político.

“Os mentirosos, maldosos, fofoqueiros e espertinhos que se preparem para as cobranças e demandas deste Orixá, com aval de Xangô que já preparou o terreno em 2018”, disse Guizzetti.

 

LADO BOM E LADO RUIM

Segundo Eduardo de Oxóssi, do Blog do Baiano Juvenal, Ogum traz força, lei, ordem, liderança e direção.
Assim, será um ano que trará vigor e disposição para iniciar e deslanchar projetos em todas as áreas.

LEIA TAMBÉM  Exu e os dois amigos de amizade verdadeira

Mas há um lado negativo:

“Pode trazer impaciência, autoritarismo, impulso para obtermos as coisas na força ou através de hierarquias, posições, cargos, etc.”, disse o sacerdote.

Em outras palavras, Ogum como Orixá regente 2019 dá espaço ao mais forte, ao mais preparado, ao mais líder ou influenciador.

É ano para os mais dispostos e determinados.

Da mesma forma, é o ano de valorizar quem se preparou (pois em 2018 já passou por perrengues dos bons com Xangô, lembra?).
Ou seja: na política, o mais preparado ganha; na empresa o mais preparado é promovido e assim por diante.

Orixá regente 2019: descubra a energia do anoNesse sentido, Ogum impõe velocidade e isso pode aumentar a ansiedade, a impulsividade, a pressa e a impaciência.
Isso também pode gerar brigas de egos, entre outros.

Mas esta velocidade é benéfica para invenções, novas tecnologias, novas profissões e novas formas de se fazer as coisas.

Por fim, devemos tomar cuidado para não querer fazer mil coisas ao mesmo tempo e não terminar nada.

“Se começarmos algo que realmente queremos, teremos a força de Ogum para concluir”, lembra Eduardo de Oxóssi.

***

Antes de mais nada, queremos destacar que todas as demais formas de se determinar Orixá regente 2019 são igualmente válidas.

No Candomblé costuma-se utilizar búzios. Algumas Casas de Umbanda se valem do dia da semana em que o ano se inicia e por aí vai.

LEIA TAMBÉM  Inteligência e Oxóssi: como desenvolver um conhecimento amplo

Portanto, o que realmente importa é que estejamos conectados com as energias do Bem, preparados para novos ares, novos caminhos que sempre surgem num novo ano.

E você? Gostou do Orixá regente 2019? Está pronto para seguir firme nos seus caminhos? Já escolheu sua estrada?

Deixe seu comentário para nós aí embaixo!

>>> E-book sobre os FILHOS DE TODOS OS ORIXÁS em promoção AQUI <<<


Fontes pesquisadas: Astrocentro, Blog Baiano Juvenal, Terra e WeMystic