Orixá Pombagira: o desejo de viver e o axé

Orixá Pombagira existe?

Segundo Rubens Saraceni propõe, Pombagira não é somente a Linha de espíritos desencarnados que se manifestam nos Terreiros de Umbanda realizando o trabalhos espirituais.

Assim, ele ressalta que Pombagira também é Orixá.

Você entende direito sobre o que ele se refere?

Então sugerimos que continue a leitura…

A saber, pode ser que o texto a seguir te instigue a saber mais sobre Pombagira enquanto mistério divino de Deus.
Aliás, mistério divino de Deus é como Pai Rubens Saraceni a qualifica.

Portanto, na Umbanda, a afirmação de que existe Orixá Pombagira assim como Orixá Exu e Exu-Mirim ainda é algo estranho.

E as explicações dadas pela maioria dos Terreiros não insere esse conceito nos ensinamentos dados à seus filhos.
Além disso, acabam atribuindo esses mistérios a outras divindades.

Dessa maneira, essa ressalva também é justificada pela forma com que esses mistérios foram trabalhados no decorrer de sua existência.

Igualmente, dizendo isso estamos falando da imagem que se faz de Exu e Pombagira, atribuindo-lhes o caráter marginalizado da sociedade.

Aliás, relacionando-os  também aos trabalhos perniciosos desenvolvidos por pessoas mal intencionadas em nome desses Orixás.

Além disso, Alexandre Cumino se dedica a tratar e a desmistificar essa imagem em suas obras e cursos.

Neles, o sacerdote destrincha o conceito de Rubens Saraceni entorno do assunto.
Da mesma forma, propõe uma releitura de seu conteúdo, expondo-o munido de suas próprias asserções.

LEIA TAMBÉM  Oya-Tempo (Logunan)

Segundo Cumino, os mistérios são os fatores e/ou qualidades de Deus.
Assim, cada um dos Orixás tem o poder de realização (leia-se axé) que irá corresponder ao seu fator.

ORIXÁ E ENTIDADE

Orixá Pombagira se classifica enquanto um dos mistérios de Deus.
Assim, se difere de Pombagira entidade, que trabalha incorporando médiuns à Esquerda na Umbanda.

Rubens Saraceni diz que enquanto Orixá o nome Pombagira nunca foi revelado na teogonia Nagô e que ela se encontra oculta entre os mais de 200 Orixás que também permanecem desconhecidos.

Sobre sua nomenclatura na Umbanda ele afirma:

“Mas como ela se revelou na Umbanda com esse nome e já deu provas e mais provas sobre sua importância, seu poder e suas funções, compete a nós, os umbandistas, fundamentá-las em Deus, entre os Orixás, na Criação, na Natureza e em nós mesmos, elevando-a à condição de Orixá.”

Assim, Rubens Saraceni também explica que as entidades manifestadas nos Terreiros denominadas Pombagiras fizeram-se presente por meio da manifestação desse mistério divino.

E que mesmo não sendo revelado no culto africano ou de matriz africana e ainda cercada de enigmas, é uma realidade que se manifesta cada vez mais na Umbanda.

De fato, evocando essas concepções, Alexandre Cumino pontua:

“Assim como para a entidade Exu tomamos emprestado o nome do Orixá Exu, para Pombagira por recomendação de Pai Benedito de Aruanda, temos a oportunidade de fazermos o contrário: pegar o nome Pombagira emprestado para identificar a divindade doadora do Mistério, puro e simplesmente isso.”

LEIA TAMBÉM  Amuleto, patuá ou objeto cruzado: quanto tempo duram?

Portanto, nossos desejos, ambições, aspirações e prazer em criar, produzir e executar planos em nossas vidas faz parte da regência que a Orixá Pombagira emana sobre nós.

“Ela vai trazer pra nós o desejo de acordar, o desejo de ir trabalhar. O desejo, a vontade, o estímulo de estudar, de querer melhorar a si mesmo, de fazer acontecer, de realizar.
Por isso – e por excelência – Ela é esse desejo na sua vida.”

Orixá Pombagira é um mistério a ser estudado!

Laroyê Pombagira! Pombagira Saravá!

Conheça: Orixás na Umbanda com Alexandre Cumino.