Manjericão – Dia 32 – Erveirança 5.0

Manjericão, hoje é seu dia!

Nestes 50 dias de Erveirança, estamos falando um pouquinho desse incrível universo natural e, no Dia das Mães, nossa homenagem é falar de “erva de mães”. Nossa imensa gratidão a todas as Mães, Divinas e Humanas, que estão e que já se foram, mas que vivem em nós como a própria semente da vida! Muito obrigado!

Dia 32 – Erva 32

Manjericão ou Alfavaca comum – Ocimum basilicum L.

Alfavacão Cravo – Ocimum gratissimum L.
Alfavaca Anis ou Aniseto – Ocimum carnosum (antes era Ocimum selloi)
Manjericão Roxo – Ocimum basilicum var. purpurascens

Se existe uma erva a qual podemos atribuir um poder de “rei ou rainha”, essa é o Manjericão!

Conhecido no mundo todo em alguma das suas dezenas de espécies com suas centenas de nomes populares e identificações crescentes, seja no incrível universo das especiarias, seja na farmácia caseira, e sem dúvida nenhuma, nos meios ritualísticos e religiosos onde é mais do que consagrado.

Ahhh esse é o nosso manjericão! Mas enfim, qual deles?

Pergunta bem boa de se fazer quando alguém recomenda um banho com “oito folhas de manjericão para prosperidade”…

Qual manjericão? E por que oito folhas? Se cada tipo de manjericão tem características bem próprias, tamanhos, cores e cheiros diferentes, como vou saber qual manjericão usar?

Primeiro vamos aos tipos e nomes populares mais conhecidos: Manjericão comum, miúdo, roxo, branco, de folha larga, da praia, italiano, tailandês, alface, sagrado, tulsi, doce, cheiro de anis, de canela, de limão, roxo, roxinho, Manjeriquim, Favaca, Favaquinha, Basílico, e entre outros tantos também de ALFAVACA, sim ALFAVACA é MANJERICÃO e vice-versa, Alfavacão, Alfavaca Cravo, Alfavaca Anis…! Olha só quanta identificação.

Como sempre digo, daria pra ocupar páginas e mais páginas falando só dessa planta! Então, quando ler Manjericão, leia-se também Alfavaca e todos os outros nomes!

Alguns mais fáceis de encontrar do que outros, a origem do seu nome oficial, Ocimum, é grega e vem de odor, fragrância, aroma. Diziam os herboristas do século 17, que seu cheiro era bom para o coração e para a cabeça, e que trazia alegria e felicidade.

Manjericão é aquela erva que encontramos o ano todo e em todas as regiões. É abundante, cresce rápido, cheiroso por excelência e se encaixa em toda e qualquer necessidade.

Costumo dizer em tom de brincadeira: “Quando você não souber o que fazer, faça com Manjericão!” Todos os Manjericões tem função energética bem parecidas e variam acrescentando a cada tipo sua qualidade específica e campo de ação preferencial.

Em suas variações é uma das ervas mais utilizadas nos meios litúrgicos, presente em praticamente todos os rituais conhecidos. Não dá pra dissociar as famosas “águas de cheiro” da presença do Manjericão.

Em nosso sistema de classificação de ervas, o Manjericão é MORNA ou EQUILIBRADORA. Seu gradiente de cores energéticas é incrivelmente abrangente e sua ampla frequência o coloca em posição de destaque com vibrações suficientes para ser associado a todos os Orixás, mas especialmente à Mãe Iemanjá, ou melhor, à todas as Mães ligadas ao elemento aquático, então Mãe Nanã e Mãe Oxum compartilham suas vibrações.

A presença marcante das essências divinas de Pai Oxalá também determina que pode entrar em todos os amacis, para todas as funções, pois proporciona ligação com as faixas mais sutis, necessárias a um preparo.

Banhos, defumações com suas folhas secas, óleos e tinturas alcoólicas são alguns dos preparos que podemos fazer com os mais variados tipos de manjericão. Usamos todas as partes da planta, folhas, caules mais suculentos, flores e raízes.

De modo geral todos são poderosíssimos equilibradores, regeneradores, reconstrutores de corpos espirituais, fortalecedores do espírito. Devolvem a energia rapidamente, harmonizam os chacras e são excelente para convalescença. Num preparo proporcionam ligação e estabilidade às outras ervas.

Vamos citar alguns tipos e suas qualificações que se acrescentam às características gerais acima:

Manjericão-Alfavaca Anis ou Aniseto – conexão espiritual (Pai Oxalá, Mãe Logunã) Alfavacão, Manjericão Cravo – cura física, regeneração e organização (Pai Ogum, Mãe Nanã)

Já falei demais, mas tem muito mais pra falar!

Que Mamãe Natureza em nome de todas as mamães receba nossa gratidão nesse dia, e possa nos abençoar em cura viva, saúde, equilíbrio e poder realizador!

Gratidão infinita!