Famosos na Umbanda: atores e atrizes que não escondem a fé

0
33633
Publicidade

Famosos na Umbanda como atores e atrizes da Rede Globo de televisão nem sempre declaram a religião que seguem.

É compreensível que, como figuras públicas, tenham receio de desagradar um ou outros, mesmo que a nossa constituição garanta a liberdade de culto.

Isso parece mudar a cada dia.

Já são vários os famosos na Umbanda que declaram sua fé publicamente.

Juliana Paes talvez seja a mais evidente, pois fala do tema abertamente sempre que lhe é perguntado.

Miguel Falabella, Henri Castelli, Zeca Pagodinho e muitos outros também têm declarado sua crença sem cerimônia.

Neste vídeo, famosos na Umbanda são revelados numa edição rápida e simples.

Acompanhem!

 

SOBRE A UMBANDA

A Umbanda é uma religião nova, com cerca de um século de existência.

Ela é sincrética e absorveu conceitos, posturas e preceitos cristãos, indígenas e afros.

Estas três culturas religiosas estão na sua base teológica e são visíveis ao bom observador.

Uma data é o marco inicial da Umbanda: a manifestação do Senhor Caboclo das Sete Encruzilhadas no
médium Zélio Fernandino de Morais.

Isso ocorreu em 1908, diferenciando-a do espiritismo e dos cultos de nação Candomblé de então.

A Umbanda tem suas raízes nas religiões indígenas, africanas e cristã, mas incorporou conhecimentos
religiosos universais pertencentes a muitas outras religiões.

Umbanda é o sinônimo de prática religiosa e magística caritativa e não tem a cobrança pecuniária
como uma de suas práticas usuais.

A mediunidade de incorporação é uma das porções mais visíveis da religião.

A manifestação de espíritos Guias que incorporam em médiuns é uma prática universal na Umbanda.

A Umbanda não recorre aos sacrifícios de animais para assentamento de Orixás.

A fé é o principal fundamento religioso da Umbanda e suas práticas ofertatórias são isentas de
sacrifícios de animais.

Há muitas vertentes diferentes entre si na religião de Umbanda, porém estes são alguns dos atributos
mínimos dentre a maioria.

A internet, as redes sociais, blogs, sites e aplicativos estão colaborando bastante para a difusão
da religião.

Hoje já existem centenas de sites, fan pages, blogs e outras manifestações digitais da Umbanda que
ajudam no conhecimento e na divulgação.

A intenção é continuar crescendo, divulgando e espalhando a religião por todos os cantos do mundo, sua riqueza cultural e sua rica história.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorPonto de Cigano – Aldeia de Caboclos
Próximo artigoBaianos na Umbanda: Orações
O Umbanda Eu Curto foi fundado em 2011 e trará sempre discussões e ensinamentos importantes sobre a Umbanda. De forma leve, trataremos nossa religião sempre com muito respeito e responsabilidade, tornando claros os conceitos em mais de 100 anos de história.