Publicidade
Início Para ler Os Crimes dos Papas – Editora Madras

Os Crimes dos Papas – Editora Madras

0
154
Publicidade

Os Crimes dos Papas – Mistérios e Iniquidades da Corte de Roma é uma obra que vai ‘te pegar’ do início ao fim.

Será que você realmente conhece a história dos Pontífices de Roma?

Mortes, envenenamentos, parricídios, adultérios, incestos e muito mais.

Por mais que hoje em dia a figura papal seja envolta em santidade e até uma certa pureza, nem sempre as coisas foram assim.

Há séculos, o orgulho e a ambição guiavam os que se intitulavam “representantes de Deus na Terra”.

Seu poder era enorme.

Assim, suas decisões podiam (e trouxeram, muitas vezes) fome, desgraças e massacres.

Noutras vezes, suas ações submeteram seguidores de Cristo, o povo, às mais execráveis vontades de verdadeiros tiranos escondidos sob suas vestes eclesiásticas.

Aliás, em diversas épocas, a ignorância e o fanatismo religioso obscureciam a sabedoria das nações.

Dessa forma, povo e mandatários eram incapazes de julgar Política e Igreja, incapaz de separá-los.

Assim, as decisões papais impeliam às mais terríveis guerras em nome de Deus, mas cujo fim único era a sustentação de suas ambições e poder.

Os Crimes dos Papas vem revelar ao público como os pactos sacrílegos entre os papas e os reis estão intimamente ligados às mais terríveis desgraças da Europa.

Ademais, é a mesma Europa que durante séculos foi dominada pela tirania e pelo fanatismo.

A obra de Lachatre é um marco fundamental não somente na História da Igreja.
Mas, principalmente, na História da Humanidade.

Portanto, prepare-se para ver página a página a reconstrução da História com este livro.

Com o livro Os Crimes do Papas – Mistérios e Iniquidades da Corte de Roma você vai se surpreender a todo momento!

SOBRE O AUTOR

Maurice Lachâtre (1814-1900) foi um desses homens inquietos, ativos, militantes, que representam em cheio o século XIX.

Herdeiro da Revolução Francesa, teve que lutar o todo tempo para recuperar os ideias de liberdade, igualdade e fraternidade.

Assim, opondo-se às forças reacionárias da Igreja e da monarquia.

E Lachâtre foi uma destas vozes.

Assim, como editor, escritor e ativista político manteve uma busca inquieta e sincera e não-dogmática.

Sobretudo por ideias transformadoras, por militâncias mais efetivas de mudança social.

Sua atividade de editor, entretanto, perpassa toda a sua vida, tendo publicado várias obras.

Anticlerical virulento, escreveu Os Crimes dos Papas – Mistérios e Iniquidades da Corte de Roma, agora relançado pela Madras Editora.