Ludmilla estreia no cinema interpretando Iansã

0
24836
Publicidade

Ludmilla surgiu há cinco anos “causando” no cenário musical brasileiro.

Agora, se prepara para estrear no cinema no papel de Iansã, a Orixá dos raios e das tempestades.

A comédia romântica estrelada por Leandro Hassum tem ainda no elenco a atriz Flávia Alessandra e o ator Bruno Garcia.

O filme se chama O Amor Dá Trabalho e tem estreia prevista para fevereiro de 2018.

Com orçamento estimado em R$ 4 milhões, será o segundo longa-metragem do diretor Ale McHaddo.

O cineasta estreou nas telonas em 2017 com a animação BugiGangue no Espaço, conquistando vários prêmios.

De acordo com a mitologia africana, a divindade Iansã de Balê é também responsável por reger o mundo dos mortos.

Ela terá um papel importante, pois o personagem de Leandro Hassum morre e precisa provar que é uma boa pessoa para entrar no céu.

Então, retornará à Terra para ajudar Elisângela (Flávia Alessandra) a se reconciliar com o ex-namorado Paulo Sérgio (Bruno Garcia).

Ele enfrentará dificuldades, já que o relacionamento dos dois terminou há muitos anos por terem personalidades muito diferentes.

Em entrevista recente à revista Marie Claire, Ludmilla diz que sua personagem é “muito forte e engraçada” e que ela está se preparando para dar o seu melhor.

As cenas de que a cantora fará parte começam a ser gravadas neste mês de agosto.

Ao seu lado, interpretando divindades de outras religiões, estarão ainda:

Hélio de La Peña (Shiva), Dani Calabresa (Athena), Falcão (Odin) e Maria Clara Gueiros (Nossa Senhora).

De MC Beyoncé a Iansã, Ludmilla foi criada em Duque de Caxias (RJ) e desde criança chama a atenção por seu talento como cantora.

Em 2012, conquistou mais de 15 milhões de visualizações no YouTube com a música Fala Mal de Mim, quando ainda era conhecida como MC Beyoncé.

Dois anos mais tarde assinou contrato com a Warner Music e lançou o seu primeiro disco de estúdio, chamado Hoje.

Nestes cinco anos ela viralizou na internet.

A cantora conquistou um grande número de admiradores e se tornou uma das maiores sensações do pop/funk nacional.

No ano passado, Ludmilla lançou seu segundo álbum de estúdio, chamado A Danada Sou Eu, cuja faixa-título estourou assim que foi lançada.

Aguardamos esperamos que a cantora represente bem esta qualidade de Iansã (Iansã de Balê), divulgando assim parte de nossas raízes religiosas.

Foto: Rafael Rocha/Sambarazzo (Reprodução)