Uniforme branco e o Preto Velho: simbolismo além da aparência

0
1348
Publicidade

Uniforme branco é coisa de povo da Umbanda, certo?

Senão vejamos esta breve história abaixo:

O Preto Velho tá sentado no seu toco, olhando para a Gira, fumando o seu cachimbo, conversando com seu cambone:

– Fio, suncê sabe por que se usa uniforme branco na terra de chão*?

– Sei não meu pai – responde o Cambone tranquilamente.

– É porque no uniforme branco é fácil ver a sujeira fio…

– Ah sim, meu pai! Eu lavo meu uniforme branco sempre! – completa o Cambone com satisfação.

– Não é dessa sujeira que negô tá falando fio.
É da sujeira da alma.
É pra lembrar que a alma tem que também estar limpa zinfio.
Nego vê muito cavalo vestindo farda engomada e alvejada, mas que tá com a alma toda suja zinfio.
Assim suncê consegue entender nego?

O Cambone olha para um lado e para o outro e vê aquele corpo mediúnico todo vestido de branco, sem uma mancha no seu fardamento.

– Nego “aprefere” suncê sujo de terra, mas trabucando* para ajudar o irmão, do que todo vestido bonito e brilhante, sem sair do lugar por medo de se sujar.

– Assim, nego continua sua baforada, rindo, daqueles que acham que a aparência importa e também de que a ordem vem do ayê para o Orun…

– Suncês tão si “insquecendo” zinfio, que nego não precisa tá aqui.
Nego quer estar aqui. He he!

♪”A fumaça do cachimbo do nego,
Voa no ar só não vê quem não quer.

Vôa no alto, só não vê quem não quer.
He He! A Mironga de nego é no pé!”♫

O uniforme branco só vale a pena se, antes dele, seu espírito também estiver assim: limpo, alvo, pronto para ajudar.

* Terra-de-chão = Terreiro
* Trabucar = Trabalhar

Conheça mais: www.perdido.co

Imagem: João Paulo Francisco, autor do livro ‘Uma Simples Conversa’