Sal grosso: o cristal da purificação e limpeza energética

0
1325
Publicidade

Sal grosso é indicado para purificar.

Seus cristais são ótimos para banhos e rituais magísticos após discussões acaloradas, conflitos de trabalho e desentendimentos familiares.

Ajudam a renovar as energias, por exemplo, depois de pegar muito trânsito, de circular por hospitais e outros ambientes de vibrações densas.

Extraído da água do mar, o sal é o cristal mais popular do mundo.

Tem o poder de neutralizar ondas eletromagnéticas e reciclar energias sutis.

Os povos mais antigos já o usavam para combater mau-olhado e afastar energias ruins de suas casas.

O sal é um cristal que emite ondas eletromagnéticas comparáveis a ondas violetas.

Isso ocorre porque apresenta o mesmo comprimento de onda da cor violeta e é capaz de neutralizar as energias eletromagnéticas negativas.

Além disso, ao longo dos tempos, existem muitas outras crenças sobre o sal grosso.

– Uma pitada de sal grosso sobre os ombros afasta a energia da inveja;

– Para afastar visitas indesejáveis de sua casa, os caboclos e caipiras costumam preparar uma fileira de sal na soleira da porta de entrada ou um copo de salmoura do lado esquerdo da entrada; uma tradição também conhecida pelos japoneses;

– Misturar sal grosso com água ou álcool absorve tudo de ruim que está no ar, impede a energia da inveja e outros sentimentos inferiores;

– Em algumas tradições africanas, quando alguém se muda as primeiras coisas a entrarem na nova casa são um copo de água e outro de sal grosso;

– Proporciona um relaxamento profundo;

– Ajuda a aliviar o estresse e tensão.

O que não fazer com o sal grosso? Muitos afirmam que jamais se deve molhar a cabeça com ele, pois nosso espírito não deve ser ‘neutralizado’.

Os banhos, segundo muitos, devem ser feitos do pescoço para baixo, seguindo pelo resto do corpo.

Outra recomendação: ao usá-lo, a água deverá estar morna e nunca quente demais.