Doença espiritual: 3 sinais de que você pode estar sofrendo

0
4751
Publicidade

Doença espiritual pode ser definida como um mal ou um conjunto de males sem explicação física.

Assim, sua origem poderia ser espiritual.

Neste texto de Luiza Fletcher para o site O Segredo, a autora trata
o tema.

Acompanhem!

***

Principais sinais que indicam uma possível doença espiritual.

Provavelmente você algum dia já ouviu falar sobre os xamãs.

Xamãs são curandeiros de consciência superior, que enxergam a realidade de forma mais ampla.
Até por isso têm a habilidade de ver o que causa as doenças físicas de uma pessoa e a capacidade de cura.

Os xamãs, ao contrário dos médicos, analisam o mundo interior do paciente.
Eles se concentram no outro lado da realidade.
Algumas doenças provêm do aspecto físico da realidade, mas eles acreditam que a maioria das doenças dos humanos vêm do interior.

Claro que o ideal é sempre falar com um médico profissional, nada substitui esse aconselhamento.
Porém, se os medicamentos não funcionarem, pode ser o momento de entender o outro lado das doenças.

Os xamãs acreditam que quando nossos corpos precisam de uma cura eles nos transmitem alguns sinais.
Ignorá-los pode levar ao desenvolvimento de uma doença espiritual, que também pode levar a uma doença física.

Veja abaixo os 3 principais sinais que indicam uma possível doença espiritual:

 

1 – O medo domina todas as dimensões de sua vida

O medo surge em nossas vidas de diversas formas, através de filmes ou séries violentas, notícias fortes, experiência pessoais de violências, entre muitas outras for.
Independente do que o causou, se o medo continuar sendo evitado só irá crescer mais.
Medos causam ansiedade, que nos enfraquecem mental e fisicamente, levando ao desequilíbrio corporal e espiritual.
O mais grave não é o medo, pois é uma emoção que faz parte da natureza humana.
Todos sentimos medo em algum momento ou outro.
A verdadeira questão é a resistência de enfrentar esse medo, porque ela nos faz deixar de lado uma parte de nós que busca a segurança.

É importante mencionar que encarar nossos medos não é fazer perigosas que nos deixam com medo.
Mas é permitir e sentir a emoção do medo que tanto evitamos.
Quando reprimimos isso, reprimimos nossos espíritos, e isso pode levar a problemas de autoconfiança.

Deixe o sentimeento do medo se manifestar. Sinta-o e, logo depois, solte-o. Você se fortalecerá.

 

2 – Você sente que nada realmente importa

Esse é um sentimento comum e, muitas vezes, surge a partir do cansaço ou decepções de vida.
Nesses momentos, a fé é uma grande aliada, pois transcende religiões.
Ela é a busca de significado para nossa existência.

Existem muitas questões para as quais não temos respostas.
Por exemplo, nosso propósito no mundo e como tudo o que existe foi criado.
Ninguém conhece o verdadeiro propósito do universo, se é que realmente existe um.
A fé nos ajuda nesse sentido, trazendo respostas.

Por mais que não saibamos se as respostas são verdadeiras, elas nos permitem encontrar um significado para tudo.
O ato de acreditar é o que alimenta nossos espíritos e nos guia no caminho da evolução.

 

3 – Cuidar de si mesmo (a) não é uma prioridade para você

Muitas vezes abandonamos o autocuidado.
Quando isso acontece, deixamos de cuidar de nossa alimentação, consumindo alimentos tóxicos ou exagerando nas bebidas alcoólicas.
Abandonamos a saúde do nosso coração, ignorando mensagens de nossas emoções, intuições e desejos.
E mais: traímos nosso verdadeiro propósito, relacionando-nos com pessoas com as quais não temos nenhuma afinidade para fazer coisas que realmente não gostamos.

Ao seguirmos esse caminho, fazemos escolhas opostas aos nossos eus verdadeiros.
Fugimos de quem realmente somos por medo de rejeição e vivemos em fuga da realidade.

Essas atitudes são completamente tóxicas para nossos espíritos, tornando-os doentes.
Se a situação persistir, a doença espiritual começa a contaminar também nossos corpos, através de doenças físicas.

No entanto, a qualquer momento podemos mudar essa realidade.
Podemos escolher ouvir a nós mesmos e fazer o que é melhor para nossa saúde mental, física, emocional e espiritual.

Cuide melhor de si mesmo, não apenas fisicamente, mais espiritualmente, e você verá como sua qualidade de vida melhorará imensamente!

Doença espiritual nunca mais!

 

E você? Sofre, sofreu ou conhece alguém acometido por uma doença espiritual? Conte para nós!