Publicidade
Início Matérias Pontos Ponto de Oxóssi por Aldeia de Caboclos

Ponto de Oxóssi por Aldeia de Caboclos

0
129
Publicidade

Ponto de Oxóssi interpretado por Pai Engels de Xangô, dirigente da Aldeia de Caboclos.

PONTO DE OXÓSSI – SAIBA MAIS SOBRE PONTOS CANTADOS

Pontos Cantados podem ser definidos como um conjunto de músicas próprias utilizadas em rituais umbandistas.
Além disso, servem para os mais diversos fins como, por exemplo, receber uma visita, homenagear uma entidade entre outros.

Os Pontos Cantados na Umbanda são as preces e invocação das falanges, chamando-as ao convívio das suas reuniões e Giras.

A Umbanda usa seus Pontos Cantados – como no exemplo do Ponto de Oxóssi – para representar as forças falangistas que se aproximam dos Terreiros para os trabalhos.
Igualmente, sejam de magia, de descarrego ou de desenvolvimento de médiuns.

Assim, aos umbandistas, recomenda-se utiliza-los para entrar em sintonia com as forças do astral.

Aliás, em outras palavras, através dos Pontos Cantados conseguimos buscar as forças espirituais das entidades.
Sobretudo para atuarem diretamente sobre os trabalhos que estão sendo realizados.

Para entoar as melodias dos pontos cantados como o Ponto de Oxóssi entre outros, são formadas as Curimbas nos Terreiros de Umbanda.

Dessa forma, a Curimba geralmente é composta de: Ogãs Curimbeiros (somente canto), Ogãs Atabaqueiros (somente percussão) e Ogãs Curimbeiros e Atabaqueiros (canta e toca percussão).

Analogamente, a Curimba de um Terreiro exerce uma função de suma importância.
Pois todo o andamento dos trabalhos (Gira) é ligado diretamente a Curimba.

Entretanto, vale também lembrar que a palavra “Ogã”, é de origem Iorubá.
Aliás, significa em nossa língua “Senhor da minha Casa”.
Portanto, a Curimba deve ser encarada como uma função de grande honra e importância.

Certamente é obrigação de todo Ogã conhecer os diversos ritmos dos Pontos e o momento certo de cantá-los.

Acima de tudo, devem também saber o nome de todas as entidades espirituais que trabalham em seu Terreiro.
Igualmente, devem saber distinguir rapidamente uma entidade de outra, e saber sempre, na ponta da língua, todas as saudações destinadas aos Guias, protetores e Orixás.

Todavia, é muito importante que o Ponto seja cantado de forma correta.

Nem todos os instrumentos são utilizados nos Terreiros e Centros; o mais comum é a utilização somente dos atabaques.

Curta acima o Ponto de Oxóssi!