Publicidade

Xangô é Orixá da Justiça e está em tudo que gera habilidade no trato das relações humanas ou nos governos, de um modo geral.

Xangô é a ideologia, a decisão, a vontade, a iniciativa.

É a solidez, organização, trabalho, discussão pela melhora, progresso social e cultural, a voz do povo, a vontade de vencer.

Também é o sentido de realeza, o espírito nobre das pessoas, o poder de liderança.

Para Xangô, a Justiça está acima de tudo e sem ela nenhuma conquista vale a pena: o respeito pelo ‘rei’ é mais importante que o medo.

É o protetor dos juízes e operadores do Direito em geral.

Invocamos Xangô para devolver o equilíbrio e a razão aos seres emocionados e desequilibrados.

Invocamos também para clamar pela Justiça Divina, visando o corte de demandas para recuperarmos o equilíbrio e a saúde espiritual, mental, emocional e física.

Além disso, tudo o que se refere a estudos, a disputas judiciais, a contratos e a documentos ‘trancados’ pertence ao campo de atuação de Xangô.

Quando pedimos a intervenção da Justiça Divina é preciso lembrar que ela vai atuar em primeiro lugar em nós mesmos, verificando o quanto temos sido justos com a nossa própria vida e com os nossos semelhantes.

A balança da Justiça pesa os dois lados de uma questão.

E a machadinha dupla de Xangô corta tudo que não esteja de acordo com a Justiça Divina, para só então trazer o equilíbrio, a razão e a estabilidade, sempre de acordo com a nossa necessidade e o nosso merecimento.

 

Relações

Irradiação: Justiça
Campo de atuação: Graduador e Equilibrador
Elementos: Ígnea (das rochas), Fogo e Ar
Cores: Azul claro (também branco cristalino, marrom e prata)
Data comemorativa: 24 de junho
Dia da semana: Quarta-feira
Sincretismo: São João Batista (também São Jerônimo, São Pedro e Moisés)

COMPARTILHAR
Artigo anteriorPombagira
Próximo artigoOrixás: quem são?
O Umbanda Eu Curto foi fundado em 2011 e trará sempre discussões e ensinamentos importantes sobre a Umbanda. De forma leve, trataremos nossa religião sempre com muito respeito e responsabilidade, tornando claros os conceitos em mais de 100 anos de história.