Publicidade

Obaluayê é Orixá ligado à evolução dos seres na Umbanda.

Representa e irradia a vibração divina que promove a evolução contínua de todos os seres.

Obaluayê (ou obaluaê) quer dizer “Rei e Senhor da terra”. Sua veste é simbolizada com a palha e esconde os mistérios da vida e da morte para muitos segmentos religiosos. Está relacionado à terra quente e seca, como o calor do fogo e do Sol.

Obaluayê irradia o tempo todo sagradas energias que nos fazem dar um passo à frente, inclusive transmutando ou modificando de forma positiva todo e qualquer sentimento, pensamento ou energia contrária à nossa evolução.

Essa atuação se dá por meio da luz violeta, essencialmente transmutadora, a frequência mais alta de todas as cores do arco-íris.

Muito associam Obaluayê apenas à ideia do Orixá Curador, ‘o Médico Sagrado da Umbanda’, que Ele realmente é. Mas Obaluayê representa mais que isto.

Ele é o senhor das passagens de um plano para outro, de uma dimensão para outra, de um estado ou condição para outra, e mesmo do espírito para a carne e vice-versa.

Atua diretamente no processo reencarnatório, cuidando da evolução dos seres por meio da irradiação energética e espiritual da transmutação e evolução.

E que fique claro: transmutar significa transformar o negativo em positivo. Evolução é uma consequência disso, ou seja, transmutando, evoluímos!

Obaluayê nos dá sustentação energética e divina para que alcancemos o próximo passo do caminho evolutivo.

Ele nos encaminha para dar um passo à frente e deixar para trás o que não serve mais para a nossa vida, despertando em nosso íntimo o desapego, a perseverança, a humildade, a paciência e a sabedoria adquirida com a experiência.

Relações

Irradiação: Transmutação e Evolução
Campo de atuação: Transformação e Evolução dos seres
Elementos: Terra e Água
Cores: Violeta (também o branco, o prateado e o bicolor branco/preto)
Data comemorativa: 16 de agosto
Dia da semana: Segunda-feira
Sincretismo: São Roque (também com São Lázaro, celebrado em 17/12)

COMPARTILHAR
Artigo anteriorObá
Próximo artigoOgum
O Umbanda Eu Curto foi fundado em 2011 e trará sempre discussões e ensinamentos importantes sobre a Umbanda. De forma leve, trataremos nossa religião sempre com muito respeito e responsabilidade, tornando claros os conceitos em mais de 100 anos de história.