Publicidade

O que é Umbanda? A Umbanda é uma religião fundada há mais de 100 anos, no estado do Rio de Janeiro. É uma religião sincrética que absorveu conceitos, posturas e preceitos cristãos, indígenas e africanos, sendo bem visíveis na prática da religião.

Uma religião que absorveu conceitos cristãos, indígenas e africanos

O marco inicial da Umbanda é a manifestação do Caboclo das Sete Encruzilhadas no médium Zélio Fernandino de Morais, em 1908, diferenciando-a do Espiritismo e dos Cultos de Nação e do Candomblé.

Mediunidade na Umbanda

A mediunidade de incorporação é um de seus pilares, servindo para o desenvolvimento dos médiuns e aconselhamento dos consulentes. Os consulentes (ou assistência) são as pessoas comuns (somos todos nós) que buscam orientação espiritual para suas vidas. A mediunidade independe da crença religiosa das pessoas, mas encontrou na Umbanda terra fértil para se manifestar livremente. Hoje, quando se pergunta o que é Umbanda, a incorporação mediúnica é uma das primeiras características lembradas.

Deus, Orixás e Guias

A Umbanda, por ser sincrética, não alimenta em seu seio segregacionismo religioso de nenhuma espécie. Os umbandistas consideram as outras religiões como legítimas representantes de Deus. Todas são ótimas vias evolutivas criadas por Ele para acelerarem a evolução da humanidade.

A Umbanda prega a existência de um Deus único e tem nessa sua crença o seu maior fundamento religioso, ao qual não dispensa em nenhum momento nos seus cultos religiosos. Mesmo que reverencie divindades, espíritos da natureza e os espíritos ascencionados, não os dissocia D’Ele, o nosso Pai Maior e nosso Divino Criador.

Na Umbanda, só há um Deus, um Deus único!

A religião prega que as divindades de Deus, chamados de Orixás, são seres dotados de poderes superiores aos dos espíritos e tem nesse conceito um dos seus fundamentos religiosos. A definição sobre o que é Umbanda também passa muito por esta característica!

Essas divindades são reverenciadas através de cultos, orações e também na prática de oferendas.

Os Guias Espirituais são os espíritos ascencionados. Eles nos sugerem bons pensamentos, palavras e atitudes, buscando amparar e aconselhar. São movidos pelo ideal de ajudar e se manifestam em diversas Linhas de Trabalho, com seu modo de falar característico, seu gestual e ritualístico. Podem ou não terem tido uma existência terrestre.

O que não é Umbanda

A Umbanda não recorre aos sacrifícios de animais. As oferendas se caracterizam por flores, frutos, alimentos e velas como reverência às Divindades. A fé é o principal mecanismo que ativa Deus, suas Divindades e os Guias em benefício dos seus Templos.

A Umbanda não é uma seita e sim uma religião, ainda difusa devido a seus usos e costumes variados formados livremente onde quer que ela se manifeste.

A Umbanda não apressa o desenvolvimento doutrinário dos seus praticantes. O tempo, o auxílio espiritual desinteressado e livre de segundas intenções tem sido os maiores atrativos dos praticantes umbandistas.

Em resumo: o que é Umbanda define-se pela prática religiosa do amor e da caridade com a manifestação e culto aos Orixás e Guias Espirituais arquetípicos da história e tradição brasileira.

Foto: Lívia Mariáh Fotografia e Tupã Óca Caboclo 7 Pedreiras