Publicidade

Exu na Umbanda compõe uma Linha de Trabalho à Esquerda.

São espíritos, em muitos casos, que tiveram uma ou mais encarnações humanas, cometendo erros e acertos como todo ser humano.

No entanto, tiveram um diferencial: se conscientizaram e retomaram o caminho da Lei Divina, obtendo permissão para se assentarem à Esquerda dos Orixás e trabalharem no auxílio à nossa evolução.

Exus, Guias de trabalho, e suas falanges, absorvem e esgotam as negatividades dos seres que se desviaram das Leis do Criador.

Sua atuação segue, pois vitalizam as qualidades positivas dos seres e então os neutralizam, deixando seus magnetismos para que retomem o caminho da evolução.

O Orixá que dá sustentação às Entidades Exus é o Orixá Exu.

Na Umbanda, este Orixá não é cultuado diretamente, mas está presente e atuante.

As divindades existem e estão presentes em nossas vidas, ainda que alguém não as reconheça.

Exu de trabalho, digamos assim, na Umbanda, atuam nos Sete Sentidos da Vida, ou seja, atuam nos campos de todos os Orixás.

É por isso também que Exu é tido como o dono das encruzilhadas.

 

O que é uma Encruzilhada para a Umbanda?

A Encruzilhada pode ser entendida como o encontro de duas realidades, de duas verdades diferentes, tais como: matéria/astral; razão/emoção; luz/trevas; ou, literalmente, pode ser o encontro de dois caminhos.

Esta é a representação do ponto de força de Exu, pois está em todos os caminhos, em todos os lugares e passagens, e não apenas na encruzilhada de rua.

Todos os pontos que marcam a entrada e a saída de uma realidade são pontos de firmeza e de manifestação de Exu.

 

Atuação

Exu guarda a quem faz por merecer o amparo da Lei Divina, mas também intervém como Executor da Lei contra quem viola as Leis do Criador, para esgotar suas negatividades.

Quando elas forem esgotadas, Exu vitaliza as qualidades positivas do ser para então neutralizar-lhe o magnetismo.

A partir daí, aquele ser tem como recomeçar o trabalho evolutivo que a cada um compete.

Exu não ataca a ninguém; só intervém por um comando da Lei Maior ou quando é ativado magisticamente.

Nos trabalhos religiosos de Umbanda, também a atuação de Exu é sempre delimitada pela Lei Divina, e sempre para o Bem.

 

Relações

Regência principal: Orixá Exu
Campo de atuação: Absorve, Neutraliza e Vitaliza os seres
Cores: Preto e bicolor Preto/Branco ou Preto/Vermelho
Ervas: Casca de alho, casca de cebola, dandá, pinhão roxo, entre muitas outras
Flores: Antúrio, bigode de tigre, cabeça de elefante, cravo vermelho entre outras
Bebidas: Aguardente, uísque, vinho seco e cerveja
Oferendas: Utilize uma mescla de ervas, flores, velas e bebidas acima
Banhos: Utilize as ervas acima em números ímpares (3, 5 ou 7)
Saudação: Laroyê!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorExu Mirim
Próximo artigoCriança
O Umbanda Eu Curto foi fundado em 2011 e trará sempre discussões e ensinamentos importantes sobre a Umbanda. De forma leve, trataremos nossa religião sempre com muito respeito e responsabilidade, tornando claros os conceitos em mais de 100 anos de história.